Cursos

ESPECIALIZAÇÃO EM AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA

    Gostaria de ser avisado quando abrir uma nova turma?

  • Porque fazer o Curso?
    Em razão da crescente demanda do mercado em relação aos produtos agrícolas produzidos de forma sustentável, a formação em AGROECOLOGIA passa a ser um grande diferencial para o profissional.
    O profissional desta área se insere dentro do processo de ecologização da agricultura, e passa a estar preparado para lidar com o advento de novas formas e técnicas de práticas agrícolas mais atentas à dinâmica e ao equilíbrio da natureza, adaptadas às condições locais e menos dependente de insumos externos.
    Ciente da importância das práticas agroecológicas, a ONU organizou em Bruxelas (Bélgica), em junho de 2010, um Seminário Internacional para avaliar as contribuições da agroecologia para as necessidades alimentares mundiais e para a crise climática. Cientistas, representantes de organizações sociais e políticos estiveram reunidos neste encontro que acabou resultando no reconhecimento da importância crucial das técnicas agrícolas ecológicas para a superação das crises climática, alimentar e energética no mundo (http://www.srfood.org/index.php/es/component/content/article/1-atest-news/824-agroecology-a-way-to-feed-the-world).
    Segundo o site “Minha Carreira”, a agroecologia é tida como uma das profissões do futuro despontando como “ promessa de oportunidades de emprego” (http://www.minhacarreira.com/2010/05/31/o-futuro-das-profissoes-do-futuro/).
    Nos últimos anos, conforme o site do IDER, “o crescimento da agricultura orgânica no Brasil superou a marca de 50%, fazendo com que a comercialização desses gêneros já ultrapasse um volume de negócios superior a US$ 100 milhões” (http://www.ider.org.br/projetos/agricultura-organica).
    Este significativo aumento do consumo tem trazido desafios para a agricultura orgânica no sentido conseguir atender a esta demanda. Segundo o coordenador-geral de Diversificação Econômica do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), José Batista, “a produção orgânica nacional vem crescendo mais de 20% ao ano e cerca de 70% dela é exportada para a Europa” (http://brasilatual.com.br/sistema/?p=3502 ).
    Este panorama da produção orgânica exige a formulação de estratégias de organização do setor a fim de possibilitar a atuação da agricultura familiar nos mercados interno e externo, estando em fase de consolidação no Brasil uma Política Nacional da Agricultura Orgânica. Neste sentido, Rogério Dias, coordenador de Agroecologia do Ministério da Agricultura destaca a necessidade da construção de representatividade do setor e de “profissionais que tenham bagagem de conhecimento renovada, que conheçam a realidade desse tipo de produção e novas tecnologias, não apenas as tradicionais” (http://www.mda.gov.br/portal/saf/noticias/item?item_id=5450651).

     

    Objetivos

    Qualificar profissionais para a utilização de sistemas agroecológicos de produção e para a implementação do desenvolvimento rural sustentável;
    Fornecer embasamento para a aplicação de métodos alternativos de manejo e produção agrícola de baixo grau de impacto ambiental;
    Promover o conhecimento a respeito dos fundamentos da agroecologia e da produção orgânica, estimulando a transição de sistemas convencionais para a prática da agricultura de base sustentável;
    Fornecer conhecimento para a organização e gestão de empreendimentos agroecológicos em nível empresarial e de caráter comunitário ou familiar;
    Preparar profissionais para a prestação de assessoria, consultoria e orientação técnica quanto ao manejo ecológico, sistemas agroflorestais, certificação, mercado e legislação relacionados às práticas agrícolas sustentáveis;
    Formar especialistas em Agroecologia e Produção Orgânica, permitindo seu pleno exercício no mercado de trabalho.
     
    Local de realização do curso
    Bauru - SP (aulas uma vez por mês)
     
    Público Alvo
    Agrônomos, Veterinários, Zootecnistas, Engenheiros, Biólogos, Geógrafos, Tecnólogos, Administradores, Advogados, Sociólogos e demais profissionais com interesse em questões agrícolas e socioambientais.
     
      
    Professores
    Corpo docente formado por especialistas, mestres e doutores em diversas áreas do conhecimento, provenientes de diversas regiões e com experiência acadêmica e vivência profissional na área do curso.
     
     
    Disciplinas
     
    NOME DA DISCIPLINA
    CH
    Fundamentos da agroecologia
    20
    Ecologia de agroecossistemas
    20
    Manejo agroecológico do solo
    20
    Manejo ecológico de pragas e doenças
    20
    Sistemas agroflorestais
    20
    Indicadores de Sustentabilidade
    20
    Homeopatia na agricultura
    20
    Extensão Rural Agroecológica
    20
    Certificação de produtos orgânicos
    20
    Mercado e Marketing de produtos agroecológicos
    20
    Conversão de sistemas convencionais para sistema de produção orgânica
    20
    Sistema Agroecológicos de Produção Vegetal
    40
    Manejo Agroecológico da Produção Animal
    40
    Gestão de Pequenas e Médias Propriedades Rurais
    20
    Direito Agroambiental
    20
    Metodologia Científica
    20
     
    TOTAL DA CARGA HORÁRIA
    360
     
     
     
     
    Duração e Periodicidade do Curso
    Aulas uma vez ao mês
    A oferta das disciplinas será viabilizada mediante 18 encontros concentrados, realizados preferencialmente uma vez por mês durante os dias de sexta (noite), sábado (manhã e tarde) e domingo (manhã).
    Os 18 encontros serão concretizados no máximo em 22 meses. A partir da conclusão das disciplinas, é aberto aos alunos o prazo de 3 (seis) meses para a apresentação dos trabalhos de conclusão do curso.
    ►Formação de turma sujeita à inscrição de um número mínimo de alunos.

     

     

     
     
Instituto Vidrih - Educação e Desenvolvimento Profissional - Fone: (11) 3804-5439 - São Paulo, SP - Desenvolvido por RogerWD